Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘animais’

O dia do touro

Eu juro que tento me colocar no lugar da mente de uma pessoa que pratica esportes com animais. Realmente não consigo, transcende a minha capacidade humana de abstração. Tampouco consigo chegar nas pessoas que assistem e festejam estes eventos.
Atrocidades à parte, a verdade é que este toureiro querido na Espanha vai ficar com cicatrizes. Já o touro provavelmente já deve estar morto com essa quantidade de espadas enfiadas.


O ser humano possui em sua essência um gosto natural pelo lúdico, pela diversão. E sinceramente existem tantas formas muito mais interessantes de se divertir sem estes exemplos grotescos e medievais.
Rinhas de galo, vaquejadas, rodeios, touradas, circo. Dá pra enxergar algo de feliz para os animais?

Anúncios

Read Full Post »

Nâo posso decepcionar pedidos de um de meus 4,2 leirores diários. 🙂
Vou falar sobre especismo, assim, o assunto em pauta é novamente o vegetarianismo, que vem embutido de carona nisto.
A definição, que é bem simples, é a discriminação de seres vivos de outras espécies por uma dada espécie. Vale dizer que a única espécie capaz de discriminar assim é a humana, portanto refraseando: trata-se da discriminação de outras espécies por parte dos humanos.
É um pouco polêmico, já que é inerente aos seres vivos se alimentarem de outros sem grandes crises de consciência, mas que os vegetarianos observam com maior gravidade.

Assisti a um documentário maravilhoso chamado Earthlings (Terráqueos), que explica muito bem isso (e felizmente tem ele todo on-line legendado). Nele fica claro que o que está errado não é exatamente o fato do homem se alimentar de outros animais, mas da forma cruel com a qual os animais são inseridos na nossa alimentação.

É um fato muito bem sabido, que se fôssemos todos visitar os abatedouros, as fazendas, e víssemos como os animais são criados, como crescem e como são abatidos, e mais que tudo isso: como eles são cultivados para nos alimentar, mais da metade viraria vegetariana na hora (eu estou na metade do caminho). Ah, sim, só como gancho: eles se alimentam basicamente de soja transgênica, que eu falarei sobre num outro post.
Porém, o documentário vai além, e mostra o outro lado do especismo. Mostra como gira a indústria de animais domésticos, e o quanto eles são procriados sem o menor cuidado e quantos são abandonados por criancinhas mimadas que só achavam fofinhos, mas na hora de cuidar não quiseram saber mais (nem seus pais). Os números em grandes cidades são alarmantes.
Segue depois pra parte que eu considero das mais cruéis ever! Os rodeios, vaquejadas, touradas, farras de boi e afins. Taí algo que tá difícil de tolerar e de tolerar quem tolera. Claro que todos os que fazem parte do meio sempre defende com unhas e dentes que os animais não são machucados nem nada… alguém acredita mesmo nisso? Claro que no caso de touradas mal existem os argumentos. Mas é de se pensar de verdade se temos o direito de nos divertir às custas de outros animais (quer dizer, estou assumindo que milhares de pessoas que frequentam estas festas de peão e afins se divirtam com isso). Perguntando para pessoas, eu vi que tem gente que gosta de rodeios, por exemplo, por causa dos shows de música sertaneja, mas que também têm pena do que acontece aos animais. Não sei se sou eu, mas… não é o caso de deixar de ir a estes shows, já que fomenta ainda mais este tipo de programação? Sei lá, se eu fosse fâ de uma banda que fizesse isso, eu iria exigir que não participassem, indignado. Vi umas comunidades no orkut dos que defendem o rodeio e ficam repetindo até a morte que é uma atividade respaldada por lei federal de 2001, etc e tal. OK, pra quem quer acreditar que tudo que tem uma lei é bom, fiquem aí se divertindo com o mal estar e sofrimento de animais.

Read Full Post »